Mount Rushmore (Monte Rushmore)

O Monte Rushmore (em inglês: Mount Rushmore) localiza-se em Keystone, no estado do Dakota do Sul, Estados Unidos.

É um monte onde estão esculpidos os rostos de quatro Presidentes dos Estados Unidos:

  • George Washington, o primeiro presidente dos EUA;
  • Thomas Jefferson, autor da declaração da independência;
  • Theodore Roosevelt, que conquistou maior conhecimento e liberdade de expressão;
  • Abraham Lincoln, que lutou pela paz do país durante toda guerra civil;

As obras, que variam entre 15 e 21 metros de altura, foram realizadas por Gutzon Borglum, artista de origem dinamarquesa. A princípio, a ideia era que fosse construído somente uma cabeça, porém os realizadores não chegaram a um consenso sobre qual governante deveria ser homenageado. Depois que os envolvidos decidiram esculpir os quatro bustos, os primeiros andaimes começaram a ser instalados. As feições das figuras históricas demoraram 14 anos para ser concluídas (1927-1941). Esse monumento estabeleceu-se um dos pontos turísticos mais populares dos Estados Unidos, o que garantiu ao estado de Dakota do Sul a alcunha de The Mountain Rushmore State (O Estado do Monte Rushmore, em português). Segundo dados oficiais, cerca de 3 milhões de pessoas visitam o local anualmente. Em 19 de outubro de 1966, o Monte Rushmore recebeu o título de distrito pelo Registro Nacional de Lugares Históricos. Tornou-se em seguida também um Memorial Nacional. Há ainda, no cânion que se encontra atrás dos rostos dos presidentes, uma câmara construída em 1998 que guarda um cofre com 16 painéis de porcelana. Nesse espaço, encontram-se:

  • A redação da Declaração da Independência dos Estados
    Unidos;
  • O texto da Constituição;
  • Biografias das quatro personalidades retratadas no Memorial
    do Monte Rushmore e também de Borglum;
    registros da história norte-americana;

A intenção era que essa câmara fosse o começo de um plano nomeado de “Salão de Registros”, porém o conceito não chegou a sair do papel. A partir de 1998, o memorial inteiro passou por
uma reforma que levou 10 anos para ser finalizada. A meta dos reparos era oferecer uma melhor experiência de visitação. Além das ampliações na infraestrutura, fez-se também um centro de
informação para os turistas, o Museu Lincoln Borglum, e a Trilha Presidencial. A manutenção da obra demanda que alpinistas subam o monte todos os anos para verificar e selar as aberturas
geradas pela erosão.

Agora que já sabe a história do Mt. Rushmore, pode considera-ló como seu próximo destino de viagem.

#MountRushmore #Curiosidades #suavozparaomundo #icbeusjc

2019-12-11T12:27:41-03:00